As Palavras Fugiram: Resenha: As Brumas de Avalon - Marion Zimmer Bradley
As Brumas de Avalon - A Senhora da Magia    
 Sinopse: Neste romance, a lenda do rei Artur é contada pela primeira vez através das vidas, das visões e da percepção das mulheres que nela tiveram um papel central. Pela primeira vez, o mundo arturiano de Avalon e Camelot, com todas as suas paixões e aventuras - o mundo que, através dos séculos, cada geração recriou em incontáveis obras de ficção, poesia, drama - é revelado, como se poderia esperar, pelas suas heroínas - pela rainha Guinevere, mulher de Artur; por Igraine, mãe de Artur; por Viviane, a impressionante Senhora do Lago, Grande Sacerdotisa de Avalon; e principalmente pela irmã de Artur, Morgana, também conhecida como Morgana das Fadas, como a Fada Morgana - como feiticeira, como bruxa - e que nesta épica versão da lenda desempenha um papel crucial, tanto na coroação como na destruição de Artur. Trata-se, acima de tudo, da história de um profundo conflito entre o cristianismo e a velha religião de Avalon. 


Resenha:
 Bem, a sinopse é da saga inteira, e não apenas do primeiro volume. Básicamente o primeiro volume é a história antes do nascimento de Arthur até a sua coroação.
No livro a narração e dividida entre Igraine, mãe de Morgana e Arthur, Viviane, tia de ambos e Senhora do Lago, e claro, a própria Morgana.
Eu peguei na biblioteca para ler a edição de 87, comprada em cruzeiros, tadinha, tá tão maltratada...Mas enfim, eu Adorei o livro, gostei do fato de estar em uma liguagem mais antiga (não sei se nas edições mais novas usam outras palavras). 
 Eu achei muito legal ver o choque do cristianismo com a  região da antiga Avalon, e o livro leva você sempre a ver que a religião de Avalon é a 'certa' pois os padres querem irradica-la matando todos os seus seguidores e isso faz você pensar, muito, sobre como eram as coisas naquela época. Outra coisa que faz você ficar com um pouco de raiva neste livro é a maneira como as mulheres são tratadas, podemos ver isso bem na primeira parte do livro, a parte narrada por Igraine.

O que os sacerdotes não sabem, com o seu Deus Uno e sua Verdade Única, é que não existe história totalmente verdadeira. A verdade tem muitas faces e assemelha-se à velha estrada que conduz a Avalon... 

A história tem personagens completas, cada uma com sua personalidade e desejos, adorei isso no livro, elas não são clichês no meio de uma história tipicamente masculina, não, elas querem nos dar a sua visão de mulheres, com seus pequenos problemas também.
Resumindo: Eu me apaixonei pela história, não tem como não se apaixonar. Talvez seja pelo livro começar com um tipico romance que acaba bem e só depois começar a tragédia, não sei, só sei que eu gostei muito! Mas devo admitir que o segundo volume da série está me irritando um pouco :S

O que acham? Já leram? Vão ler? Deixem um comentário!

6 Comentários:

Menu

Siga o blog

Follow As Palavras Fugiram

Ultimas Resenhas



Skoob

Receba a newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Blogs Parceiros

my dear library


Mais parceiros >>

Editoras Parceiras

Eu participo...

Classificação

Não perca seu tempo

É mais ou menos

Bom

Muito bom!!

Leitura obrigatória ;D

Seguidores