As Palavras Fugiram: Entrevista #06 - Bento de Luca

Marcelo Siqueira Silva nasceu em 1987 em São Paulo, onde se formou em Naturopatia. Na mesma cidade, seu primo, Gustavo Costa de Almeida Siqueira, nascido no ano de 1986, formou-se em Gestão Ambiental. O interesse por escrever surgiu logo cedo, e não tardou para que definissem similar estilo dentro do gênero Fantasia. Criaram diversos contos e histórias durante nove anos e, no ano de 2009, resolveram iniciar um novo projeto, a trilogia: O Príncipe Gato, através do pseudônimo Bento de Luca. Possuem a forte crença de que existem histórias com o potencial de criar conceitos e despertar nossas emoções; histórias estas a serem contadas, celebradas e recordadas.


O que o levou a tomar a decisão de escrever um livro?
Desde pequenos tínhamos a vontade de criar um mundo próprio, diferente do mundo real, um universo repleto de magia, onde pudéssemos nos reportar sempre que desejássemos. Precisávamos de uma ferramenta para expressar todas as nossas ideias, transcrever as criações de nossas mentes e fundi-las, como se forjássemos uma chave de ouro; uma chave que ofereceríamos àqueles que desejassem abrir o portal para o nosso mundo! Isso nos direcionou consequentemente à Literatura Fantástica! Assim surgiu “O Príncipe Gato”!

O que mais o inspirou?
Livros e filmes de magia e fantasia! A Música! Algumas situações do mundo real nos trouxeram inspirações para personagens e passagens do livro! Não poderia ser diferente. Tudo o que já vivemos, ou o pouco que vivemos, nossa formação, nosso caráter, forma a base do caldeirão que recebe o líquido mágico das nossas inspirações.

Fale um pouquinho sobre o seu livro :)
O livro conta a estória de um gato vindo de um universo paralelo, onde os felinos e outras raças falam e convivem em sociedade. Seu mundo está à beira da destruição e a única solução para o problema parece estar em nosso mundo, mais especificamente na cidade de São Paulo, a lendária Ampulheta do Tempo. Aqui ele conhece o jovem humano Hugo e o sábio roedor Eleanor. Juntos eles empreendem essa perigosa jornada contra o tempo e contra inimigos sombrios que farão de tudo para impedi-los.

Como foi o processo de publicação do seu livro? E qual foi o maior obstáculo para essa publicação?
Os obstáculos são enormes. Não é fácil entrar nesse meio. A não ser que você possua muito dinheiro para investir ou excelentes contatos! Assim que registramos nosso livro na Biblioteca Nacional o enviamos para mais de 20 editoras. A metade que nos respondeu sempre dizia algo como “Obrigado, vimos potencial em seu livro, mas optamos pela não publicação do mesmo!”, a outra metade nem se deu ao trabalho de responder. (Risos) Um ano e meio de espera e procura. Foi então, na metade de 2011, que fechamos um contrato. “O Príncipe Gato e a Ampulheta do Tempo” seria lançado pela Editora Novo Século, sob o selo Novos Talentos da Literatura Brasileira.

Dos personagens que você criou, qual seu favorito?
Cada personagem possui uma característica muito singular que nos agrada. Fica difícil escolher um! (Risos) No entanto, no momento elegeremos o humano Hugo, por conta de mistérios a seu respeito que muito tem a ver conosco, e que serão revelados ao longo da trilogia.

Quais os seus autores favoritos? Cite 5 livros que você considere indispensáveis.
C. S. Lewis, J. R. R. Tolkien, J. K. Rowling, Philip Pulman, Rick Riordan, André Vianco, entre outros… Os livros: As Crônicas de Nárnia, O Senhor dos Anéis, Saga Harry Potter, Saga Percy Jackson, Alice no país das maravilhas.


O que acha dos blogs e sites literários?
É interessante ver a crescente mobilização das pessoas em prol da Literatura Nacional. A vontade e o gosto das pessoas, aliado ao avanço da tecnologia tem proporcionado um alcance maior para o mundo literário. Cada pequeno blog, por menor que seja, é de suma importância para esta causa que tanto apreciamos. É gratificante, por exemplo, ver em um evento como a Bienal do Livro, milhares de pessoas correndo desesperadas para entrar, para procurar um livro, para encontrar um escritor. Isso é assustadoramente fantástico!


O que é fundamental para escrever um livro? Dê um conselho aos futuros autores.
Ler muito! Escrever muito! E aceitar que sempre terá muito a aprender. A perfeição jamais será atingida. É um ciclo infinito.





Booktrailer d'O Príncipe Gato:

4 Comentários:

Menu

Siga o blog

Follow As Palavras Fugiram

Ultimas Resenhas



Skoob

Receba a newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Blogs Parceiros

my dear library


Mais parceiros >>

Editoras Parceiras

Eu participo...

Classificação

Não perca seu tempo

É mais ou menos

Bom

Muito bom!!

Leitura obrigatória ;D

Seguidores