As Palavras Fugiram: Resenha: O Despertar - Fábio Guolo

Saga: Draco Saga v.1
ISBN: 9788591078905
Páginas: 254
Editora: Selo Brasileiro
Ano: 2010
Onde comprar: Blog do autor
Avaliação:
Imagine entrar em coma, acordar alguns anos depois e descobrir que sua sociedade e sua cultura estão sendo destruídas por uma praga que se propaga mais rápido do que é possível conter. A praga, porém, somos nós. Humanos, mortais, gananciosos, sedentos por poder e riqueza em um mundo novo. Mundo este já anteriormente dominado por seres de inteligência muito superior que nos permitiram viver em paz em seus domínios por muito tempo. No entanto, não valorizamos a liberdade que nos fora dada. Agora o preço a pagar pode ser alto demais!


Draco Saga começa com um dragão acordando, não qualquer dragão, mas sim Dryfr, o draco que vai nos contar toda a história. Achei super bacana o a saga ser inteira a partir do ponto de vista dos dragões (ou como eles se auto-intitulam, Dracos), até no seu modo de falar e de agir eles se apresentam criaturas milenares e sábias.

Dryfr, na realidade, acabou de acordar de um sono de mais de 250 décadas, quando acordou tudo estava diferente, existia até uma espécie nova além dos elfos e dos anões, os humanos. Os humanos estão se espalhando como uma praga no chamado Nosso Mundo, eles desmatam e poluem, alguns até se mostram audaciosos o suficiente para desafiar os Dracos, invadindo seus ninhos e os torturando enquanto dormem, alguma vezes levando ovos que estão por chocar.

Achei fantástico o universo criado por Fábio, a cultura e tradições Draconicas são geniais, tal como os poderes dos Dracos e suas personalidades.
Em geral, todos os Dracos são arrogantes, se consideram a espécie superior, até o planeta onde vivem é chamado de Nosso, embora outras criaturas vivam lá a tanto tempo quanto eles.

Quando Dryfr acorda o mundo não é o mesmo, tal como os Dracos não estão mais iguais, ao longo do livro ele vai percebendo mais coisas e começando a enxergar além da arrogância natural de sua espécie.

A narrativa do livro é em geral um pouco lenta, temos que ter em conta que são dragões contando e descrevendo a história, eles têm bastante tempo para dispender, afinal a vida deles é infinitamente maior e eles não vêem o tempo da mesma forma que nós, então além da maneira de falar deles ser medieval (que é a época em que se passa a história), eles também descrevem as coisas de outra forma, achei isso super interessante.

A cultura humana está bem retratada também, não existe nenhum tipo de exagero para torná-los os vilões da história, você simplesmente percebe que seria assim mesmo com a sociedade atual. O que nos leva a pensar nas atitudes da atualidade também, as guerras sem motivo, as traições, um pouco de tudo.

Entre guerras, conspirações e planos, Dryfr nos trouxe o primeiro volume de Draco Saga, agora só me resta esperar pelo volume 2, Sentinela que vai sair no inicio do ano que vem, e pelo A Baronesa que conta a história de Taramar, a vilã d'O Despertar.

2 Comentários:

Menu

Siga o blog

Follow As Palavras Fugiram

Ultimas Resenhas



Skoob

Search

A carregar...

Receba a newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Blogs Parceiros

my dear library


Mais parceiros >>

Editoras Parceiras

Eu participo...

Classificação

Não perca seu tempo

É mais ou menos

Bom

Muito bom!!

Leitura obrigatória ;D

Seguidores