As Palavras Fugiram: Resenha: Não sou este tipo de garota - Siobhan Vivian

Título Original: Not that kind of girl
ISBN: 9788563219381
Páginas: 248
Editora: Novo Conceito Jovem
Ano: 2011
Avaliação:

Perversa ou inofensiva? Confiável ou hipócrita? Controlada ou insensata? A vida é sobre suas decisões e escolhas, e Natalie Sterling se orgulha de sempre fazer as melhores. Ela ignora os caras populares e babacas da escola, sempre ganha medalhas de honra e está prestes a ser a primeira estudante jovem a ser presidente do conselho estudantil em anos. Se apenas todas as outras garotas fossem tão sensíveis e fortes. Como o grupo de novatas que querem ser brinquedos dos jogadores de futebol. Ou sua melhor amiga, que tomou uma decisão idiota que quase arruinou sua vida. Mas ser sensível e forte não é fácil. Não quando uma brincadeira quase a faz ser expulsa. Não quando seus conselhos dóem mais do que ajudam. Não quando um cara que ela já deu um fora se torna o cara que ela não consegue parar de pensar. A linha entre o certo e o errado foi distorcida, e cruzá-la poderá resultar em um desastre… ou se tornar a melhor escolha que ela já imaginou fazer.


Não Sou Este Tipo de Garota conta a história de Natalie, uma garota que está no ultimo ano do ensino médio e suas principais preocupações são ir bem no SAT (uma prova tipo ENEM), passar em uma boa faculdade e ser presidente do conselho estudantil.
Ela não pensa muito em garotos, na verdade os evita o máximo possível, para ela, nenhum deles é confiável e todos são iguais. Mas os jogadores de futebol são os piores de todos.

O livro é narrado em primeira pessoa, e apesar de ser uma narradora eu não senti muita raiva dela, a realidade é que ela é um personagem fácil de gostar, no final ela comete muitos erros, chega ate a desagradar um pouquinho mas em nota geral a narrativa dela não é cansativa nem com muito mimimi.

A história em geral é boa, mas falta alguma coisa a mais nela, além de não ter gostado do final acho que a autora poderia ter feito a história mais emocionante. Também acho que é muito fora da nossa realidade um rapaz que tem uma fazenda de venda de árvores de Natal, todo o fato de a presidência do conselho estudantil ser um marco importante, em geral toda a cultura norte-americana que não é usada por aqui. Como a Rapha do Equalize da Leitura comentou por aqui, é americano demais.

Os personagens são legais, mas não espere encontrar nenhum mocinho de tirar o fôlego com suas atitudes românticas ou a super melhor amiga que está sempre lá por você. Mas nenhum personagem chega a ser detestável, talvez apenas Mike, mas esse é o papel dele mesmo.

A escrita da autora é super agradável, não chega a prender, mas não afugenta. O ritmo de leitura é bom e como a história é interessante acaba sendo um livro rapidinho de ler e embora tenha achado alguns erros de digitação e até um mas trocado por mais (como que um editor comete um erro desses?) não tenho nada de negativo a comentar acerca da edição/diagramação, a letra é de um tamanho bom e o tipo de fonte é bem limpo.
Achei a capa bacana, mesmo tendo detalhes de capas estrangeiras.

Em nota geral, NSETDG (preguiça de escrever de novo) é uma história bem legal, mas não espere toda aquela Brastemp (como dizia minha professora). A realidade é que estou sendo exigente demais, NSETDG é um livro legal sim para passar o tempo, com uma história sobre colégio simples mas cativante, recomendo para quem quer fugir um pouco de livros dramaticos ou emocionantes demais.

9 Comentários:

Virginia de Oliveira disse...

Não gostei muito quando você disse que não tem um mocinho com grandes atitudes românticas porque era exatamente o que eu esperava, mais mesmo assim ainda quero ler ele livro.

Viviane S. disse...

Quero muito ler esse livro, achei ele super legal a proposta dele, não é um livro que eu compraria mas se ganhasse leria numa boa. Adorei a resenha.

Cristiane dornelas disse...

eu estou lendo esse livro. Parece bom...até agora...Veremos o final né :S

Jessica disse...

Este livro realmente me parece incrivel, primeiramente o que me atraiu foi a capa, sempre a capa me pega primeiro, apenas depois é que vejo a sinopse eu sou daquele tipo que juga o livro pela capa. Estou realmente curiosa para ver a forma como o autor ira desenvolver essa trama.

Barbara disse...

Não é meu tipo de livro, parece ser muito cheio de mimimi
Esse tipo americanizado já deu né? Além de ser muito fora da nossa realidade acho que trás um pouco de maus costumes

Bia Medeiros disse...

Gostei da resenha. Já está na minha wishlist, só espero encontrar na Siciliano aqui da minha cidade...

Contando Histórias disse...

Não sei se eu ia gostar de ler esse livro. Acho que estou ficando enjoada desses enredos meio de "clichê americano". De todo modo, sua resenha está ótima!
Isabela

vanessavieira disse...

Parabéns pela resenha Marta! Já li Não Sou Este Tipo de Garota e curti bastante. Beijos!

Suellen disse...

Bem ainda não li, mas estou curiosa a certa da história e como se desenrola a trama. Adorei a resenha e agora é esperar para ter e lê.

Menu

Siga o blog

Follow As Palavras Fugiram

Ultimas Resenhas



Skoob

Receba a newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Blogs Parceiros

my dear library


Mais parceiros >>

Editoras Parceiras

Eu participo...

Classificação

Não perca seu tempo

É mais ou menos

Bom

Muito bom!!

Leitura obrigatória ;D

Seguidores