As Palavras Fugiram: Conto de Quinta #63




O conto de hoje é da Julia Molinari, para mais poemas e contos confiram o blog Brincando com as Palavras.


O prédio



Parece rachada, porta esfolada,
Palavras em vermelho rabiscadas.
Reina a penumbra, frio de tumba,
Mas não temas que esta estrutura sucumba.

Esta é tua terra, esta é tua sina,
O bloco de concreto onde tu habitas.
É frio, e por garras marcado,
Repousa aqui teu sonho inacabado.

Se deseja luz, trate de sumir,
Se quer mais tempo, não há mais como fugir.
Abandone a esperança de um olhar casto,
Agora tu és teu próprio carrasco.

Cruze os braços, controle a euforia.
O velho esfarrapado será tua companhia.
Tu, resto de pó, espelho trincado de agonia,
Bem vindo à tua nova e eterna moradia.




E ai pessoal, curtiram? Os próximos contos vão ao ar logo logo aqui no blog. "Contos de quinta" é um espaço para divulgação de contos, poesias, textos em geral de blogueiros e escritores, Se você quiser ver seu texto publicado aqui é só clicar aqui ou enviando um email direto para aspalavrasfugiram@gmail.com

1 Comentários:

Menu

Siga o blog

Follow As Palavras Fugiram

Ultimas Resenhas



Skoob

Receba a newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Blogs Parceiros

my dear library


Mais parceiros >>

Editoras Parceiras

Eu participo...

Classificação

Não perca seu tempo

É mais ou menos

Bom

Muito bom!!

Leitura obrigatória ;D

Seguidores