As Palavras Fugiram: Resenha: O Resgate do Tigre - Colleen Houck

Título Original: Tiger's Quest
Saga: A Saga do Tigre #2
ISBN: 9788580410617
Páginas: 432
Editora: Arqueiro
Ano: 2012
Onde Comprar: Fnac, Saraiva, Americanas, Casas Bahia, Cd Point, Extra, Ponto Frio,
Avaliação:

Kelsey Hayes nunca imaginou que seus 18 anos lhe reservassem experiências tão loucas.

Além de lutar contra macacos d'água imortais e se embrenhar pelas selvas indianas, ela se apaixonou por Ren, um príncipe indiano amaldiçoado que já viveu 300 anos.

Agora que ameaças terríveis obrigam Kelsey a encarar uma nova busca – dessa vez com Kishan, o irmão bad boy de Ren –, a dupla improvável começa a questionar seu destino. A vida de Ren está por um fio, assim como a verdade no coração de Kelsey.

Em O Resgate do Tigre, a aguardada sequência de A Maldição do Tigre, os três personagens dão mais um passo para quebrar a antiga profecia que os une. Com o dobro de ação, aventura e romance, este livro oferece a seus leitores uma experiência arrebatadora da primeira à última página.


A resenha vai pode dar spoilers para quem não leu o primeiro livro da série, para ler a resenha do primeiro sem perigo clique aqui, se for teimoso e quiser continuar lendo esteja á vontade, mas não diga que eu não avisei :)

Vou ser bem sincera, quando terminei a Maldição do Tigre (o primeiro livro) fiquei com muita raiva da Kelsey, mesmo.
Como ela conseguiu voltar para o Oregon e deixar um cara com Ren sozinho, triste e abandonado? Ok, estou exagerando, mas fiquei com raiva dela mesmo assim, pessoas normais nunca fariam o que ela fez.

Enfim, ela voltou para casa mas não consegue deixar os pensamentos longe de Ren então tenta se distrair se empenhando na faculdade e saindo com outros caras.
Nessa primeira parte do livro ela fica se lamentando pela escolha que ela fez, o que me deu mais raiva dela, mas tenho a certeza que isso foi apenas por minha alergia a narradoras em primeira pessoa.

Realmente engrenei na leitura lá pela metade do livro, quando começa a ação e ela começa a ficar mais forte para conseguir aquilo que quer.
E também porque Kishan nos dá um pouco de distração e não ficamos focados com ela e a cabeça dela toda a hora.

Pessoalmente gostei mais deste segundo livro, ele nos apresenta não só mais cultura hindu, mas também cultura chinesa e lendas gregas, e isso me fascinou demais durante o livro. O modo como a autora conseguiu ligar um monte de mitos de culturas e religiões diferentes é incrível e extremamente criativo. Não dá para largar o livro depois que a ação começa.

Os personagens são os que já conhecemos e amamos do livro anterior estão presentes, mas somos apresentados a alguns novos personagens também.
Dá para ver um pouco de amadurecimento de Kelsey neste livro, ela percebe coisas importantes e vai lutar por elas, mas o personagem que mais mudou foi Kishan. Para começo de conversa eu já gostava dele antes, quando eu nem sabia nada dele, agora simplesmente o adoro.
Ah, e sabem toda a raiva que tinha da Kells? Desapareceu no final do livro, bem, na verdade ficou só um pouquinho causado pela minha alergia.

Ou seja, se você é que nem eu, leu o primeiro livro gostou mas achou que o segundo ia ser chatinho por isso nem queria ler, você está enganado. Leia.
Por isso quero agradecer á minha amiga Renata por me fazer mudar de ideia. Agora com certeza vou acompanhar a saga até ao final.

2 Comentários:

Menu

Siga o blog

Follow As Palavras Fugiram

Ultimas Resenhas



Skoob

Search

A carregar...

Receba a newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Blogs Parceiros

my dear library


Mais parceiros >>

Editoras Parceiras

Eu participo...

Classificação

Não perca seu tempo

É mais ou menos

Bom

Muito bom!!

Leitura obrigatória ;D

Seguidores